quinta-feira, 20 de maio de 2010

Privacidade e Segurança Online. Quês e Porquês!



Vamos partir do princípio que os utilizadores das redes sociais são todos ciber-competentes, ou seja que todos possuem elevadas competências ao nível dos conhecimentos das tecnologias informáticas, que possuem conhecimentos de como agir e de como comportar-se neste mundo que apesar de virtual, traz por vezes complicações muito reais, ora neste mundo utópico de competências, existiriam sempre problemas de segurança, agora imaginem a realidade que é bem diferente e em que o denominador mais forte é ao invés a ciber-iliteracia, onde o normal são os fracos conhecimentos informáticos, e as quase nulas cautelas e o não cumprimento das mais elementares regras de segurança.
Analisemos primeiro o comportamento dos adultos! É impressionante a displicência, que toma conta de quem coloca coisas online nas redes sociais, neste campo os adultos revelam a mesma falta de alcance que os mais novos. Um exemplo prático, se eu publicar no Facebook que sábado dia 22 vou visitar Paris, e se ademais na minha página constar o meu nome, a escola onde andei, o meu endereço de correio electrónico e a povoação onde resido, esse será um passo importante para que a minha casa possa ser assaltada, importa pois ser muito criterioso com aquilo que se publica tendo a noção que o mundo está a ver.
Publicar fotografias dos seus filhos, é também de todo desaconselhável, por muito orgulho que tenha neles e por muito que ache que a sua beleza deva ser colocada na Internet, deve ter em conta que as redes sociais são efectivamente antros de pedófilos e de tarados de todo o tipo, sabendo-se que o rapto encomendado de crianças é uma prática comum, é muito importante que os adultos percebam, que por entre os coelhinhos, as galinhas e as ovelhinhas se escondem muitos lobos, leões e abutres.
Uma outra questão é a publicação de material protegido por direitos de autor, muitas vezes vídeos retirados do youtube ou de aplicações semelhantes, importa ter presente que, se por enquanto a “caça” aos divulgadores de material protegido por direitos de autor, é ainda uma actividade tímida e de fraco alcance, o futuro pode reservar algumas surpresas, que no caso irão ao bolso, na forma de coimas, dos prevaricadores.
Analisemos agora os comportamentos das crianças e adolescentes! Pois é mais do que claro que com tão excelentes exemplos dados pelos adultos, a miudagem se comporte com a mais absoluta despreocupação, ele é fotos em biquini, em poses de diva de cinema, ele é números de telemóvel, moradas e endereços da escola, fotos da família toda com o cão incluído, dias em que não estão em casa, onde é que moram, onde vão de férias, enfim, é um nunca mais acabar de disparates, que é bom que também se diga, poderão nunca trazer nenhum dissabor, mas que podem efectivamente propiciar actos menos lícitos, neste mundo inquietante e maravilhoso que é a Internet e mais concretamente as Redes Sociais. Num próximo artigo sintetizaremos os conselhos de utilização das Redes Sociais.

@protejainternet

Nenhum comentário:

Postar um comentário