sexta-feira, 16 de julho de 2010

Internet Grooming



O que significa "Grooming?
Grooming é o processo de conhecer e fazer amizade com uma criança com a intenção de abusar sexualmente dessas crianças. As crianças têm inculcado a noção de que não devem conversar ou ir a qualquer lugar com estranhos. Por causa dessa noção os pedófilos gastam muito do seu tempo a construir uma relação de confiança com as crianças. O Grooming não acontece apenas online, mas a internet fornece o anonimato que os pedófilos necessitam para agir com mais liberdade e ter melhor acesso às crianças que quando estão online, se encontram as mais das vezes não estão sob a directa supervisão dos pais.

O que envolve o Grooming?
A Universidade de Central Lancashire publicou um estudo no qual se define o processo seguido pelos pedófilos online. Sabendo que este processo comporta grosso modo cinco etapas que poderão ajudar a identificar comportamentos suspeitos. Temos assim as seguintes etapas que mais ou menos são seguidas por este tipo de criminosos.

1. Criar uma Amizade
Fazendo-se passar por uma criança o pedófilo vai ajudar a criança-alvo ou seja a criança que pretende aliciar, começa por lisonjear a criança levando-a a iniciar uma conversa em modo privado, possibilidade presente em muitas salas de chat, o pedófilo vai criar laços de amizade com essa criança, poderá eventualmente pedir uma fotografia da criança, no entanto o seu objectivo é estabelecer um laço de amizade para contactos futuros.

2. O Melhor Amigo
O pedófilo vai incentivar a criança a falar sobre seus problemas criando assim a ilusão de ser um amigo de confiança. As crianças são naturalmente confiantes e respondem rapidamente a um novo amigo, em especial a um amigo tão dedicado e interessado, que optou por falar com elas em detrimento de todas as outras crianças, que estão online.

3. Busca da Privacidade
O agressor vai questionar a criança sobre onde está o seu computador, em que local da casa se encontra e sobre quem tem acesso a esse computador. Neste caso o pedófilo está apenas a tentar avaliar a probabilidade de ser apanhado. O pedófilo vai tratar de garantir que o computador que a criança utiliza não esteja sob a alçada de um adulto que poderá verificar os dados de navegação e ou ter instalado software de monitorização que a criança desconhece.

4. Amor Mutuo
O pedófilo vai construir um sentido de amor mútuo, incentivando a criança a partilhar segredos e intimidades. O pedófilo tentará “seduzir” a criança para que esta revele o máximo de si, reforçando a relação de amizade e elevando-a a outro patamar, irá esforçar-se para que a criança comece a sentir amor por esse “amigo” da Internet, que a compreende e a ajuda a enfrentar os seus medos.

5. Conversas sobre Sexo
O pedófilo vai sub-repticiamente e de forma gradual mudar a conversa sobre a intimidade da criança, para passar a falar de sexo explícito, explorando a curiosidade natural da criança irá incentiva-la a enviá-los fotos. A criança poderá enviar fotos suas ou mesmo interagir com o pedófilo através da webcam. Chegado a este ponto, é até provável que o pedófilo sugira um encontro.

Como proteger os seus filhos?

O Grooming não acontece só às meninas, apesar de serem as crianças do sexo feminino as que mais se expõem e as que mais facilmente concordam com encontros, por outro lado as crianças do sexo masculino são mais fáceis de aliciar, mas menos propensas a aceder a encontros e ou a exporem-se, sendo que para os pais e ou outros prestadores de cuidados todas as hipóteses têm de ser consideradas.
Por conseguinte partindo da premissa que todas as crianças de qualquer idade podem ser alvos deste tipo de ocorrência, qual o papel dos pais, dos educadores, dos professores. Dos prestadores de cuidados e das autoridades? Devem certificar-se de que as crianças entendem os riscos, deste tipo de situações, explicando muito bem às crianças o que acontece, sem pruridos, sem esconder nada, numa conversa franca. A maioria das crianças têm perfeita consciência da existência de predadores online, no entanto podem não reconhecer os sinais como grooming, se estiver a acontecer-lhes.
Explique de forma clara o porquê de serem cuidadosos e o porquê da necessidade de os pais manterem um controlo sobre qualquer rede de “amigos” online. É provável que a grande maioria dos amigos que tenham on-line sejam perfeitamente inocentes, é porém aconselhável ser o mais cauteloso possível evitando futuros dissabores.
Se você suspeita que o seu filho está a ser molestado e ou importunado online, deverá comunicar de imediato esse facto ao moderador do site ou Webmaster, dando conhecimento desse facto à Polícia Judiciária apresentando inclusivamente uma queixa formal se tal for possível.
A natureza do Grooming e o espaço onde tudo se passa significa que pode ser difícil de provar, até ao momento em que pedidos de cariz sexual explícito sejam feitos, no entanto os pais e todos os outros prestadores de cuidados têm o dever de prosseguir a investigação, protegendo as crianças. Manter a o computador que criança usa numa área comum da casa poderá reduzir significativamente a possibilidade de um pedófilo cair na tentação de os importunar online. Não é um crime que um adulto converse com crianças em salas de chat, mas é crime, fazê-lo com a intenção de abusar sexualmente delas.

Polícia Judiciária
Linha Alerta

@protejainternet

Nenhum comentário:

Postar um comentário