sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Criação do crime público de violência escolar



Ontem o Conselho de Ministros aprovou a tipicação do crime de violência escolar, englobando também nesse diploma o bullying e o ciberbullying. Foi um grande passo, para a efectiva protecção das nossas crianças.
Apesar de apenas analisarmos o comunicado emitido pelo Ministério da Educação, não conhecendo portanto o articulado total da legislação, à primeira vista e apesar de registarmos esta iniciativa como um bom passo no sentido de uma escola e uma sociedade mais segura e mais responsável, poder-se-ia ter ido mais longe na penalização dos prevaricadores, mais uma vez vem ao de cima o excesso de garantismo de direito de quem viola a Lei em detrimento dos que a respeitam, é uma questão talvez cultural de uma jurisprudência que se deverá questionar com seriedade.
Logo que nos seja possível, disponibilizaremos neste blogue a legislação que rege esta determinação, entretanto pode consultar o comunicado aqui.

@protejainternet

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Software System Tweaks

No artigo de hoje abordaremos um software que permite executar pequenas alterações de manutenção no seu SO Windows. Este software foi descarregado com o browser Firefox, noutros browsers o processo de descarga terá um aspecto gráfico diferente mas o processo será idêntico.

1 - Aceda ao endereço indicado (1), de seguida faça a descarga do software (2).


2 - Será redireccionado para uma outra página (1), aparecendo uma nova caixa com o executável para descarga, clique na opção [DOWNLOAD] (2)


3 - Depois de efectuar a descarga do ficheiro, ele aparecerá no local que escolher para efectuar os downloads, neste caso o executável aparece no ambiente de trabalho. O nome do ficheiro é: [SYSTEMSTWEAKS.EXE]


4 - Clique com o botão direito do rato em cima do executável e faça um scan com o seu antivirus, depois de o antivírus analisar o ficheiro e se não encontrar nenhuma ameaça clique no executável para começar a instalação do programa.


5 - Na caixa seguinte, para começar a instalar o software clique na opção [NEXT]


6 - Na caixa seguinte, assinale a caixa indicada, para concordar com os termos de utilização (1), de seguida clique na opção [NEXT] (2).


7 - Retire a opção assinalada em (1), de seguida escolha o loca, onde quer guardar os ficheiros do programa (2), ou opte por deixar como está. Para continuar a instalar clique na opção [NEXT] (3)


8 - O progama irá então instalar-se.


9 - O programa está instalado, clique na opção [FINISH] (1), para concluir a instalação.


10 - No Ambiente de trabalho do seu computador deverá aparecer o ícone, com o atalho para a aplicação.


@protejainternet

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Fraudes de correio electrónico

Neste artigo trazemos mais uma dezena de exemplos de mensagens de correio electrónico fraudulentas, que visam somente o roubo de informações pessoais. São apenas mais dez exemplos de fraudes sérias que se cometem através da Internet.

1 - Nunca abra nenhum dos links presentes nestas mensagens
2 - Apague estas mensagens de correio electrónico indicando-as como Spam.





















@protejainternet

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Estudo sobre bots

Os bots da Internet ou Web robots, são aplicações informáticas que desempenham tarefas automáticas na Internet.
As tarefas que desempenha são simples e repetitivas, acções que o bot desempenha a uma velocidade muito mais elevada do que seria possível para um editor humano. Estas aplicações estão presentes em muitas páginas da internet, como os motores de busca, os jogos online tendo também utilizações maliciosas.
Portugal num estudo recente realizado pela Microsoft, aparece em 16º lugar entre os 25 países com mais infecções com este tipo de malware. Importa pois ter um cuidado extremo, na utilização da Internet, mantendo os programas, sistemas operativos e ferramentas anti-vírus e anti spyware sempre actualizados.
Alguns tipos de bots maliciosos:
Spambots – procuram por endereços de correio electrónico nos formulários de contacto, fóruns da Internet ou páginas com livros de visita.
Vírus –
Bots utilizados para ataques DDoS
Botnets compostas por computadores zombi.




@protejainternet

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Esquema de Phishing afecta clientes do BES



Se é cliente do BES e receber um mail idêntico ao da imagem ignore-o. É apenas mais um esquema de phishing!

@protejainternet

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Formação em Segurança da Internet

Irá decorrer nas escolas do Concelho de Almeirim uma mini-Formação, composto de 4h teóricas e 2h práticas de Segurança da Internet, para pais, professores e todos os interessados, é gratuito, tendo apenas de se inscreverem. Podem solicitar a ficha de inscrição através do email deste blogue:



@protejainternet

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Crianças com fotografias na Internet



Um estudo recente realizado em 10 países dos mais desenvolvidos, revela que 82% das crianças como menos de 2 anos tem fotografias publicadas online. Uma perspectiva pavorosa e alarmante, que nos leva a acreditar que as mamãs e os papás, destas crianças, não estão realmente a preservar a privacidade dos seus filhos, expondo-os a perigos que desconhecem.
O estudo foi realizado pela empresa Research Now a 2200 mães com crianças com menos de dois anos, na semana de 27 de Setembro de 2010. Foram escolhidas mães em cinco países europeus Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Espanha, Canadá, Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia Japão.

Alguns dos resultados:

1 – Mães de crianças com menos de dois anos que colocam fotografias das crianças online.
Média dos 10 países – 81%.
EUA – 92%, Canadá – 84%.
Reino Unido – 81%, França – 74%, Itália – 68%, Alemanha – 71%, Espanha – 71%.
Austrália – 84%, Nova Zelândia – 91% Japão – 43%.

2 – Mães que publicam fotografias dos recém-nascidos.
Média dos 10 países – 33%.
EUA – 33%, Canadá – 37%.
Reino Unido – 37%, França – 26%, Itália – 26%, Alemanha – 30%, Espanha – 24%.
Austrália – 41%, Nova Zelândia – 41%, Japão – 19%.

3 – Mães que publicam ecografias.
Média dos 10 países – 23%
EUA – 34%, Canadá – 37%
Reino Unido – 23%, França – 13%, Itália – 14%, Alemanha – 15%, Espanha – 24%.
Austrália – 26%, Nova Zelândia – 30%, Japão – 14%.

4 – Mães que criam uma conta de correio electrónico para o bebé.
Média dos 10 países – 7%.
EUA – 6%, Canada – 9%.
Reino Unido – 4%, França – 7%, Itália – 7%, Alemanha – 7%, Espanha – 12%.
Austrália – 7%, Nova Zelândia – 4%, Japão – 7%.

5 – Mães que publicam um perfil do seu bebé numa qualquer rede social.
Média dos 10 países – 5%
EUA – 6% Canada – 8%
Reino Unido – 4% França – 2% Itália – 5% Alemanha – 5% Espanha – 7%
Austrália – 5% Nova Zelândia – 6% Japão – 8%

Estes resultados são deveras preocupantes, para além da ignorância que demonstram os progenitores revelam uma completa falta de consciência na preservação da privacidade dos seus filhos e também da sua privacidade.
Que mal pode ter a foto do meu bebé na Internet? Esperemos que nenhum mal, mas para algo tão comum como seja o rapto a pedido, essa é uma grande ajuda, é como ter um catálogo de uma qualquer loja onde se pode escolher o modelo e a cor que se deseja, e acreditem que isto não é ficção!

@protejainternet

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Desmantelada Fraude de Phishing

O FBI, anunciou o desmantelamento de um fraude internacional, que levou à prisão de várias dezenas de pessoas. No esquema seguinte explicamos como se processava a fraude.

1 - A rede do cibercrime!


2 - Como funciona a Fraude!


3 - Quem é quem!


4 - Alcance global da Fraude!



in,http://www.fbi.gov

@protejainternet

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Crianças seguras na Internet!



Para perceber a realidade e a dificuldade de tornar a Internet uma ferramenta segura para as crianças, terá de perceber e entender os perigos a que elas se encontram expostas.

1. Os chamados "drive-by downloads” que instalam programas maliciosos no seu computador automaticamente quando visitamos uma qualquer página da web.
2. O risco de infecção através de programas peer-to-peer ou P2P, que são programas de compartilhamento de arquivos, estes programas fornecem aos outros, acesso ao seu computador.
3. Publicidade indesejada, incluindo janelas pop-up e programas de adware: por vezes instalados automaticamente com os programas freeware que estão disponíveis para download na Internet.
4. Exposição a conteúdos sexualmente explícitos ou outros conteúdos inadequados.
5. Aliciadas para a divulgarem informações pessoais sobre elas ou sobre a família.
6. Fazerem download de material pirateado, músicas, filmes, etc.
7. Serem molestadas por bullies online, tornando vítima de Ciberbulling.
8. Serem abordadas por pedófilos, em salas de chat.
9. Enviarem fotografias ou usarem as webcams com estranhos.
10. Desenvolver comportamentos obsessivos de utilização da Internet.
11. Desenvolverem problemas de saúde decorrentes do uso desregrado da Internet, tais como problemas de visão, obesidade e problemas do foro neurológico.
12. Entrarem em jogos online, para os quais é necessário despender quantias em dinheiro.

@protejainternet