sábado, 17 de dezembro de 2011

Cybersquatting e typosquatting

Qual é problema de digitar mal um endereço de um sítio Web? Aparentemente não tem nenhum problema, excepto o incómodo de ir parar a uma qualquer página esquisita e termos de digitar novamente o endereço do sítio Web que queremos aceder. Pois não é bem assim, os criminosos há muito que dominam uma actividade conhecida por “Typosquatting” e é disso e de outra actividade conhecida por “Cybersquatting”, que falaremos no artigo de hoje.

O Cybersquatting é o acto de registar nomes de domínio na internet, especialmente aqueles relacionados com celebridades ou marcas conhecidas, com a intenção de revendê-los a um preço inflacionado. O cybersquatter aproveita-se do modo de funcionamento das empresas de registo de domínios, " o primeiro a chegar, é o primeiro a ser servido ", essa regra informal leva a que os cybersquatters apresentem uma lista grande de palavras e nomes de uma só vez.

Um exemplo prático para que se perceba, um cybersquatter pode literalmente dominar um nome de domínio popular durante anos, causando algum incómodo à pessoa ou empresa que possui determinado nome, a título de exemplo se um cybersquatter estiver devidamente reconhecido como legítimo proprietário do domínio “BillClinton.com”, o antigo presidente dos EUA não poderá legalmente usar o seu próprio nome como um domínio de internet.

Por outro lado o typosquatter regista nomes de domínio que se assemelham a websites populares de alto tráfego, mas fá-lo a pensar naqueles que se enganam a digitar esses endereços e os escrevem com erros ortográficos.

Para que se perceba, escolhemos um domínio conhecido como a Amazon, o que o typosquatter vai fazer é registar vários nomes de domínio como; “Anazon.com”,” Amazzon.com”, “Amazons.com” e assim por diante. Uma pessoa que procure o site “Amazon.com” pode acidentalmente digitar o URL errado, sendo redireccionado para um dos websites do typosquatter.

No caso do typosquatting, são quatro os motivos mais comuns de erros de digitação conforme a listagem abaixo:

  • Erros de ortografia, no caso de uma língua diferente;
  • Frase errada do nome de domínio;
  • TLD errado por exemplo, .net em vez de .com;
  • Enganos devido a erros de digitação.

Esses sites são geralmente sítios Web de anúncios click-thru, podem em alguns casos, ser sites de cariz pornográfico, ou sítios web infectados com malware. Tem sido também frequente a utilização deste esquema para direccionar os internautas para sítios Web com códigos maliciosos que infectam os computadores das vítimas.

@protejainternet

Nenhum comentário:

Postar um comentário