segunda-feira, 31 de dezembro de 2012


@protejainternet

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Dicas sobre compras online


Um excelente vídeo da Threatpost sobre compras online.

@protejainternet

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Mensagens fraudulentas






Mais dois exemplos de mensagens de correio electrónico fraudulentas, com links que instalam programas espiões no seu computador. Obrigado ao nosso leitos Fábio Silveira

@protejainternet


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Sexting!




O que é?
O termo “Sexting” é um acrónimo retirado da língua inglesa e resulta da junção de duas palavras, “sex” e “texting”, referindo-se inicialmente à acção de divulgar conteúdos eróticos e sensuais através das mensagens SMS, passou também a abarcar, com o avanço tecnológico e a capacidade cada vez maior dos equipamentos móveis, o envio de fotografias e de vídeos, com o mesmo tipo de conteúdos. Tornou-se numa prática comum entre crianças e adolescentes, que divulgam esse tipo de conteúdos, através da Internet, utilizando imagens obtidas através de câmaras fotográficas digitais, webcams, smartphones, tablets e outro tipo de equipamentos que permitam a captura de imagem.
No artigo de hoje trazemos um exemplo do calão utilizado, neste caso em língua inglesa, dado que é o mais utilizado, visto ser o idioma inglês uma língua franca da Internet. Este calão é utilizado pelas crianças e jovens, de modo a ocultar as suas actividades, dos adultos e dos pais.

Perigos e consequências
Um dos perigos maiores do sexting, reside na pedofilia e predadores sexuais, que se movimentam pelas redes sociais em busca de “presas”, que caiam nas suas artimanhas e desse modo se exponham, podendo muitas vezes uma simples fotografia, dar origem a casos de chantagem, que podem terminar de forma dramática, como foi o caso da adolescente canadiana Amanda Todd, caso recente e tratado anteriormente neste blogue.
Existem também, perigos de adição, ainda que não inteiramente confirmados por estudos científicos, existem porém indícios de que o sexting, pode afectar o desenvolvimento cognitivo e referencial das crianças, toldando o seu desenvolvimento estrutural do cérebro e levando a futuros comportamentos desviantes e a consequentes problemas comportamentais, mais uma vez se afirma, que estas evidências não são dados adquiridos nem existe até ao momento suporte científico, o que existem são indícios que nos levam a supor a existência de tais problemas.

O que podemos fazer?
O essencial é sempre manter uma relação aberta com as crianças, essa relação tem que ter por base o diálogo e a confiança mútua. Explicar às crianças o conceito de privacidade e a necessidade de zelarmos pela nossa privacidade, tendo o cuidado de fazer as crianças entender, que tudo o que publicamos na Internet, está publicado para o mundo e nunca sabemos quem utilizará e de que modo utilizará aquilo que colocamos na Internet.
Ter noção que em idades mais avançadas, 16, 17 ou 18 anos, existem consequências legais que não podem ser esquecidas, a mais simples imagem pode ser considerada como pornografia infantil e como tal alvo de acção por parte do poder judicial, com as inevitáveis consequências para a pessoa implicada nesses actos.


Acrónimo
O que significa em inglês
Tradução
8
Oral Sex
Sexo Oral
143
I Love You
Amo-te
DUM  
Do You Masturbate?
Masturbas-te
GNOC           
Get Naked On Cam
Despe-te na webcam
GYPO
Get Your Pants Off
Tira as calças
GNRN
Get Naked right Now
Tira a roupa
IWS    
I Want Sex
Quero sexo
RUH   
Are You Horny?
Estás excitado/a
TDTM
Talk Dirty To Me
Diz palavrões
S2R   
Send To Receive
Envia para receberes
NIFOC           
Naked In Front Of Computer
Nu frente ao computador
SorG  
Straight Or Gay?
Hetero ou gay
PAW  
Parents Are Watching
Pais estão a ver
PIR     
Parent In Room
Pais na sala
POS  
Parent Over Shoulder
Pais a olhar para mim
YWS  
You Want Sex
Queres sexo
WYCM          
Will You Call Me
Ligas-me
RU18 
Are You 18?
Tens 18 anos
CD9 /
Code 9           Parent / Adult around
Código 9/ adulto ou pai por perto
NALOPKT    
Not A Lot Of People Know This
Não há muita gente que saiba disto
 


 Links sobre o tema:

@protejainternet

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Adobe Reader - Anatomia de um ataque online!


Este pequeno vídeo, elaborado pela empresa de segurança Sophos, explica sucintamente os problemas que ocorrem com as vulnerabilidades do Adobe Reader!

@protejainternet

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Amanda Tood - Um alerta para todos nós!


Amanda Todd, era uma adolescente típica, este vídeo que ela própria fez, colocando-o no Youtube, é um alerta dramático sobre um caso pavoroso de ciberbullying, foi um grito desesperado, que poucos ouviram. Este é mais uma caso que lança um alerta sério sobre a actual realidade do bullying e do ciberbullying, dizer que é urgente legislar coim seriedade sobres esta questão é despiciendo, urgente a formação de escolas, professores, famílias, pais e crianças, uma urgência que se sente, mas sobre a qual poucos falam.

Amanda suicidou-se no dia 10 de Outubro de 2012.

Notícias sobre este caso:
Link 1
Link 2
Link 3

@protejainternet

sábado, 6 de outubro de 2012

Mês Europeu para a Cibersegurança!


Outubro é o mês Europeu para a cibersegurança. Visitem o sítio wed da ENISA, para saberem mais sobre as actividades propostas sobre esta temática.

@protejainternet

domingo, 23 de setembro de 2012

Segurança do Facebook

 
Este pequeno vídeo (em inglês), fala sobre as questões de segurança associadas às contas do Facebook, são conselhos extremamente importantes, que todos devemos implementar para assegurar uma utilização mais segura desta rede social!

@protejainternet

terça-feira, 31 de julho de 2012

Web 4 the special ones!


Neste artigo empírico, orientamos o discurso essencialmente para a necessidade e urgência em debater um problema que apesar de conhecer francos progressos continua a não estar devidamente enquadrado dentro das preocupações prioritárias da indústria, dos consumidores e dos governos.
Existe todo um mundo por explorar, que pode trazer uma revolução inclusiva para a esfera da Internet, assim queiram todos os que de uma maneira ou de outra se encontram envolvidos nestes processos, no entanto para que tal se verifique é necessário que essa discussão seja colocada na ordem do dia, para que as várias instituições, organismos, governos, industria e demais participantes, conjuguem os seus esforços e direccionem toda essa massa crítica para uma Internet que não exclua os deficientes ou os portadores de necessidades especiais.
Este artigo, é um alerta, que promove a discussão sobre a inclusão e promove o despertar das consciências, aos académicos pede-se mais e melhor investigação, aos governos e indústria pede-se mais atenção para uma parte da humanidade que por causas várias se vê constantemente colocada de lado, se vê ostracizada, se vê não incluída nos planos daquela que é uma das mais democráticas invenções da humanidade.


@protejainternet

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Proteger as crianças online!



Passado que está o ano escolar, pelo menos para os mais pequenos, trazemos hoje um pequeno artigo acerca de um temos que nos é bastante caro, a privacidade. Neste caso a privacidade das crianças no que concerne à publicação de fotografias nas redes sociais, em publicações de agrupamentos de escolas, em equipamentos de média em locais públicos de edilidades e noutros tipos de publicações, naquela que é uma das mais absolutas demonstrações do absurdo e da falta de bom senso a que a sociedade chegou.
Esta é uma crítica que se pretende construtiva, porém não recorreremos a eufemismos desnecessários para embelezar aquilo que consideramos serem estultices e comportamentos completamente desconexos da realidade.
A Convenção de Haia de 1996, veio trazer ao contexto do direito internacional uma muito necessária legislação no que concerne à responsabilidade parental e às medidas de protecção das crianças. No entanto muito parece estar ainda por fazer para que o cidadão comum perceba o que está em causa com a publicação de fotografias de crianças, no caso das instituições, escolas particulares e públicas ou das câmaras municipais o caso ainda é mais grave pois a essas instituições exigem-se um maior conhecimento sobre a legislação vigente sobre a questão do direito de salvaguarda da imagem, mais grave ainda quando se está a falar de crianças.
Segundo números da Unicef, 1.2 milhões de crianças desaparecem anualmente, os motivos desses desaparecimentos podem ser de muita ordem, salientamos a fuga de casa, o rapto com pedido de resgate, o crime que redunda normalmente no assassinato da criança, a pedofilia e as redes de prostituição. Olhar para as redes sociais em especial as da moda como o Facebook, é ter à disposição um enorme catálogo de escolha, comove-nos a desfaçatez, apesar de compreendermos o orgulho que pais e mães sentem pelos filhos, comove-nos a ingenuidade com que se partilham alegre e despreocupadamente as fotografias de crianças, sem o mínimo de temor e de preocupação de que essas fotografias, publicadas com a melhor das intenções, atraiam olhares perniciosos e mal intencionados.
Disponibilizamos de seguida alguma da legislação disponível sobre esta temática, sendo que opomos particulares reservas à redacção do número 2 do artigo 79º do Código Civil, que a nosso ver, necessita de uma mais séria ponderação e revisão por parte do legislador, pois objectivamente e face às actuais circunstâncias essa redacção não se coaduna com aquilo que se espera de uma real protecção das crianças e da sua privacidade, deixamos este alerta, para que possa sobre esta questão incidir algum tipo de debate.


Conselhos práticos:

Aos pais,
Não publiquem fotografias dos vossos filhos.
Se o tiverem de o fazer evitem qualquer referência e ou marcador geográfico, ex: morada, localização, país, cidade, distrito.

Às escolas públicas e privadas, câmara municipais e outras instituições,
Obter sempre autorizações dos pais para publicar fotografias.
Informar a comunidade escolar sobre a legislação e possíveis riscos da publicação online de fotografias de crianças.
Sensibilizar os membros da comunidade para as questões da privacidade e riscos da publicação online de fotografias de crianças.
Evitar sempre que possível qualquer referência e ou marcador geográfico, ex: morada, localização, país, cidade, distrito.

Legislação sobre os direitos de imagem
CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA
Artigo 26º
(Outros direitos pessoais)
1. A todos são reconhecidos os direitos à identidade pessoal, ao desenvolvimento da personalidade, à capacidade civil, à cidadania, ao bom nome e reputação, à imagem, à palavra, à reserva da intimidade da vida privada e familiar e à protecção legal contra quaisquer forma de discriminação.

CÓDIGO CIVIL
Artigo 79º
(Direito à imagem)
1. O retrato de uma pessoa não pode ser exposto, reproduzido ou lançado no comércio sem o consentimento dela; depois da morte da pessoa retratada, a autorização compete às pessoas designadas no nº 2 do artigo 71º, segundo a ordem nele indicada.
2. Não é necessário o consentimento da pessoa retratada quando assim o justifiquem a sua notoriedade, o cargo que desempenham, exigências de polícia ou de justiça, finalidades científicas ou culturais, ou quando a reprodução da imagem vier enquadrada na de lugares públicos, ou na de factos de interesse público ou que hajam decorrido publicamente.
3. O retrato não pode, porém, ser reproduzido, exposto ou lançado no comércio, se o facto resultar prejuízo para a honra, reputação ou simples decoro da pessoa retratada.

 CÓDIGO PENAL
Artigo 192º
(Devassa da vida privada)
1. Quem, sem consentimento e com intenção de devassar a vida privada das pessoas, designadamente a intimidade da vida familiar e sexual:
(…)
b) Captar, fotografar, filmar, registar ou divulgar imagem das pessoas ou de objectos ou espaços íntimos;
(…)
Artigo199º
(Gravações e fotografias ilícitas)
(…)
2. Na mesma pena incorre quem, contra vontade:
a) fotografar ou filmar outra pessoa, mesmo em eventos em que tenha legitimamente participado; ou
b) utilizar ou permitir que se utilizem fotografias ou filme referidos na alínea anterior, mesmo que licitamente obtidos.
(…)

LEI DE IMPRENSA
Capítulo VI
Formas de responsabilidade
Artigo 29º
(Responsabilidade civil)
(…)
2. No caso de escrito ou imagem numa publicação periódica com conhecimento e sem oposição do director ou seu substituto legal, as empresas jornalísticas são solidariamente responsáveis com o autor pelos danos que tiverem causado.

Links úteis:

terça-feira, 3 de julho de 2012

World Wide Security


Um gráfico que pretende simplificar as implicações da segurança da Internet, esta é a versão 2.0, trabalhamos actualmente numa versão melhorada.
@protejainternet


quinta-feira, 28 de junho de 2012

ALERTA - Mensagem de correio electrónico - Fraude


Mais um exemplo recente de mensagem de correio electrónico de phishing, nesta versão que recebemos ao clicar no anexo"DSC_170923574.JPG", fomos redirecionados para uma página Web, que através do browser descarregou e executou um programa espião, keylogger.
Nunca clique em anexos nestes tipo de mensagens.
Obrigado ao Nuno Duarte, que nos enviou este exemplar.

@protejainternet
 

quarta-feira, 20 de junho de 2012

ALERTA - Fraude


 Fraude com instituições bancárias, se tem contas nestes bancos, tenha atenção, páginas com as que está a visualizar são falsas, são esqeumas de phishing. Um agradecimento aos nossos leitores que nos enviaram estes alertas.

@protejainternet

terça-feira, 19 de junho de 2012

World Wide Security

Word Wide Security

Um gráfico que pretende simplificar as implicações da segurança da Internet, esta é a versão 1.0, trabalhamos actualmente numa versão melhorada.

@protejainternet

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Os bots e as botnets!


 
Fonte do Vídeo: http://www.unveillance.com

Milhares de computadores em todo o mundo fazem parte de botnets, redes que de computadores infectadas por bots que são controlados por criminosos que os utilizam para as mais diversas actividades criminosas. A empresa Unveillance, com ajuda de um software por eles desenvolvido, realizou um pequeno vídeo onde se observa a actividade diária quer das infecções por bots, quer as botnets activas.
É um vídeo excelente que bem ilustra o real problema da segurança da Internet!

@protejainternet

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Segurança da Internet - Uma abordagem à situação europeia!




Trazemos hoje um artigo entregue na Escola Superior de Gestão, para avaliação do Curso de Estudos Europeus Jean Monet, este artigo aborda a problemática da segurança da internet encarada pela União Europeia, bem como o que está a ser feito para mitigar os problemas relacionados com esta problemática.

Podem fazer download aqui!

@protejainternet

terça-feira, 5 de junho de 2012

Ciberguerra a guerra surda!

O que são ciber armas?
As ciber armas, são programas informáticos concebidos essencialmente para espiar países ou organizações específicas incluídas na orgânica de um país. Exemplos disso são os programas de malware; Duqu, Stuxnet ou o mais recente Flame.
Este tipo de aplicações enquadra-se num projecto mais global de guerra electrónica que decorre nos escuros corredores da Web, este tipo de guerra está a afectar sobremaneira os países, a geopolítica e a economia mundial, sendo que ainda não se percebeu completamente o real alcance e implicações deste tipo de guerra.

Implicações para o utilizador comum
Esta nova maneira de fazer a guerra, traz ao utilizador comum acrescidas preocupações. Desde logo as quebras de serviços que podem trazer, portais Web fora de serviço, bancos e instituições governamentais, redes de abastecimento de água, redes eléctricas ou outros serviços que estejam interdependentes da utilização de serviços informáticos. Surgem também algumas questões ao nível da protecção de dados, uma vez que as redes dos países podem ser penetradas e os dados dos seus cidadãos roubados, nunca se sabendo onde e a quem esses dados posteriormente poderão ser entregues.

Quem faz o quê?
Actualmente muitos países já dispõem de unidades militares especializadas em guerra electrónica, estas unidades de ciberguerra actuam ao nível quer da ofensiva quer da contra espionagem tentando mitigar e descobrir eventuais brechas nos sistemas do próprio país. No caso da ofensiva, estas unidades destacam-se pela espionagem, sabotagem e roubo efectivo de informações em países com os quais se encontrem em conflito de interesses ou mesmo em países amigos. Existe também ao nível da contra-inteligência muito trabalho efectuado de combate ao terrorismo internacional e a outras organizações criminosas.
 
Alguns casos recentes
  •   Maio de 2012, um programa de malware muito avançado o Flame é descoberto, os especialistas em segurança informática declararam que este vírus de computador é altamente sofisticado e está a infectar computadores no Irão e noutros países do Médio Oriente tendo sido implantado, há pelo menos, cinco anos, para espionagem cibernética.
  • Outubro de 2011, foi anunciado que a frota de drones Predator da Base Aérea de Creech nos Estados Unidos foi infectada com um keylogger, resistindo a todas as tentativas de reverter a infecção.
  • Em Setembro de 2010, o Irão foi atacado pelo worm Stuxnet, este malware foi especificamente pensado para atacar a instalação de enriquecimento nuclear de Natanz. Foi um dos programas de malware mais avançado já descoberto.
 
Links sobre o tema