terça-feira, 1 de outubro de 2013

Vírus do polícia ou da PSP



 
 O virús do polícia o que é?

O vírus do polícia ou da PSP, como é comummente conhecido em Portugal é um tipo do chamado “ransomware”. A palavra ransomware refere-se a um tipo de malware  que captura o sistema operativo de um computador exigindo à vítima o pagamento de um resgate para reaver a utilização do computador. O computador fica bloqueado e só poderá aceder-lhe se pagar o resgate exigido pelos criminosos

O que fazer
1. Actualizar o software regularmente.
Muitas infecções de malware resultam do facto de os criminosos explorarem os erros ou bugs dos sistemas operativos, do software, dos browsers ou de outras ferramentas e aplicações Mantendo o seu computador sempre actualizado pode ajudar a mantê-lo seguro.

2. Utilize sempre software antivírus.
O software antivírus pode ajudar a manter o seu computador livre das formas mais comuns de malware. Existem ainda muitas opções gratuitas de software antivírus e anti malware. Sempre verifique os arquivos baixados com software AV.

3. Hábitos de navegação saudáveis e descargas de software apenas de sites confiáveis.
Tenha hábitos de navegação saudáveis, evite sítios web de cariz duvidoso, não clique em banners e janelas pop-up, verifique sempre a informação. Use apenas fontes oficiais e sítios web de confiança, ​​para manter o seu software actualizado.

4. Execute backup dos seus dados armazenados regularmente.
Existem uma série de soluções, para backup de dados, de alta qualidade disponíveis na Internet gratuitamente.
Poderá fazer backups de dados completos, bem como do próprio sistema operativo, economizando tempo e dinheiro acaso seja necessário formatar e restaurar o seu computador.

5. Informar as autoridades.
Se for vítima de um esquema de ransomware, deverá comunicar esse facto imediatamente aos representantes locais da autoridade. Retenha o máximo de informações possível, não apague e ou destrua nada que diga respeito a esse, quanto mais informações fornecer às autoridades, mais eficaz pode ser a investigação que ponha cobro à actividade destas perigosas organizações criminosas.


6. Consulte o seu servidor de antivírus.
Para obter informações sobre como desbloquear e remover a infecção do computador. Existem inúmeros sítios oficiais e blogues com instruções sobre como remover com segurança este tipo de malware do seu computador.

O que não fazer

1. Não clicar em banners e links sem saber a sua verdadeira origem.
O que parece uma propaganda ou uma imagem inofensivas pode realmente estar construído para redireccioná-lo para um sítio onde um software malicioso é descarregado e executado em modo automático para o seu computador.

2. Não tomar nada como garantido, desconfiar sempre.
Se um sítio da Internet onde está o avisa sobre software obsoleto instalado no seu computador não deverá confiar cegamente nessa indicação.
É extremamente fácil para os criminosos criarem uma página de Internet falsa, que aparentemente parece fidedigna. Faça uma rápida pesquisa na web procure confirmar a veracidade da página que está a visualizar.

3. Nunca instalar ou executar software oriundo de locais não confiáveis ​​e ou desconhecidos.
Não instale programas ou aplicativos no seu computador se não souber qual é a sua proveniência. Alguns tipos de malware instalam programas que tentam roubar dados pessoais.

4. Sob nenhuma circunstância ceda ao pagamento de qualquer quantia.
Nunca deverá pagar qualquer quantia em dinheiro, nem fornecer informação sobre números de conta, IBAN, NIB ou quaisquer outras informações pessoais.

Sítios úteis:

@protejainternet


Nenhum comentário:

Postar um comentário